De crente e aprendiz, todo mundo tem um pouco

Duas coisas sempre existirão perto da gente, independentemente de onde vivermos: igrejas e escolas. Elas estão em todos os lugares, desde as regiões mais pobres até as mais ricas, com diferentes vertentes, desde as mais libertárias, até as mais tradicionais. Cada uma com seu jeito de ser, mas todas de certa forma, em sintonia com a seguinte ideia: venham a mim, que os levarei ao que procuras.

Não quero aqui fazer críticas, dizer que elas estão certas ou erradas, que deveriam ou não deveriam existir ou que simplesmente sua permanência é útil ou desnecessária. Mas quero levantar uma questão.

Sua fé deixaria de existir caso não houvesse uma igreja?

Sua aprendizagem deixaria de acontecer caso não houvesse uma escola?

Os templos, todos aqueles que você acredita, existem primordialmente dentro de você.

Você não precisa ir a um lugar específico, institucionalizado, para ser crente no deus da sua preferência, ou para ser aprendiz de habilidades intelectuais e sociais.

A grande força está dentro de cada um, mas só descobrimos isso depois de caminhar pela estrada do autoconhecimento.

Você não precisa acender uma vela, uma fogueira ou um incenso, mas seria interessante você acender a luz do conhecimento de suas falhas e dons.

Você não precisa ler livros sagrados, ou cartilhas filosóficas, mas ler seus sentimentos de paz e ação.

Muitas vezes estamos nesses lugares institucionalizados, seguindo suas regras com total confiança e entrega, mas completamente distantes da nossa essência e do verdadeiro amor incondicional por nós mesmos e pela humanidade.

Muitas vezes escutamos os gurus ou os mestres, mas esquecemos de escutar os berros da nossa alma desejosa de experiências amorosamente singulares.

Pode ser que muitas vezes precisamos seguir os mandamentos, mas muitas vezes nem pensamos sobre eles e vamos nos automático vivendo, e nos afastando daquilo que pode nos tornar despertos de nossa própria “missão” de crescimento interno e potência criadora.

A única chama que podemos sempre contar e que nunca se apagará é a chama criadora que está dentro da gente. E quando alguém nos faz desacreditar, falando que existe somente um caminho para uma tal verdade, querendo jogar água na nossa divindade interna (que sabe saber), é bom sempre lembrar, o templo está dentro de cada um, sempre esteve e sempre estará.

 

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s